Meu humor


Arquivos
 31/08/2014 a 06/09/2014
 16/03/2014 a 22/03/2014
 28/04/2013 a 04/05/2013
 14/04/2013 a 20/04/2013
 20/01/2013 a 26/01/2013
 31/07/2011 a 06/08/2011
 24/07/2011 a 30/07/2011
 23/09/2007 a 29/09/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 animamundi
 saber
 historia
 leitura
 curtagora
 youtube




prof.rubens
 


 

Conteúdo televisivo e a escola

Justificativa

Hoje a televisão ainda é o maior meio de comunicação de massa do planeta e apresenta alguns aspectos interessantes.

Se por um lado a TV é responsabilizada por: rebaixar as preferências culturais do público, agravar as taxas de delinqüência, contribuir para a deterioração moral em geral, entorpecer as massas para chegarem à superficialidade política e suprimir a criatividade, por outro, age como verdadeiros guardiões da liberdade de expressão expõem o pecado e a corrupção, leva o mínimo de cultura a milhões, oferece divertimento diário inócuo para as massas cansadas da força de trabalho, informa a cerca dos acontecimentos do mundo e melhora o padrão de vida por sua insistência para comprarmos e consumirmos produtos a fim de estimular nossa instituição econômica.

A TV propicia experiências sensoriais, como o ver, perceber novas situações, novos ambientes, etc. A escola, constantemente oferece utilizações pouco adequadas do uso da TV em sala de aula. Utilizar a TV como tapa-buraco, como ausência de professor ou a apresentação de conteúdos televisivos, feita por alguns professores, sem nenhuma ligação com sua matéria.


Objetivo


No entanto, a televisão apresenta uma narrativa diferente de outros meios de comunicação.

A televisão tem seus conteúdos no formato de blocos, que são conteúdos televisivos fragmentados. Para tanto, têm-se dois tipos de televisão, a pública e a privada. Na pública seus blocos são mais intensos, ao ponto que na televisão comercial seus blocos são curtos proporcionando mais espaços publicitários.

Para esses blocos pode-se denominar de serialidade que é a apresentação descontinuada ou fragmentada dos conteúdos e sua forma narrativa se apresenta da mesma maneira.

Os blocos são divididos em formas de capítulos ou episódios que podem ser diários e que são fragmentados pelo break - comercial para a capitação das propagandas. Os blocos não são enredos contínuos que são fatiados ou cortados, mas são estrategicamente pensados para serem uma unidade individual dentro do conjunto da narrativa. Onde seu recomeço se dá com recapitulações dos capítulos ou episódios anteriores. Assim a TV funciona pensando num espectador disperso.

Identificar os principais pressupostos teóricos, das finalidades e formas de utilização das tecnologias da informação e da comunicação em ambientes educacionais e o desenvolvimento de aula, utilizando TV e Vídeo são os objetivos desse relato.




Escrito por prof.rubens às 11h45
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]